SPZS considera “oportuna” diminuição de alunos por turma

O Ministério da Educação vai reduzir o número de alunos por turma a partir de Setembro. No próximo ano lectivo, as turmas do 1.º ao 4.º ano não podem ter mais de 24 alunos e as do 5.º ao 9.º ano têm os 28 estudantes como limite.

Manuel Nobre, presidente do Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS), afirma que este anúncio dá razão ao sindicato, quando este alertou que as medidas tomadas por Nuno Crato, que aumentou o número de alunos por turma “eram lesivas para o sistema educativo, para a vida dos professores e para o aproveitamento dos alunos”.

De acordo com o mesmo responsável, a redução anunciada “na grande maioria dos casos nem vai ter expressão”.

De qualquer das formas, o sindicato considera a medida “oportuna”.

Manuel Nobre considera que o anúncio foi feito no dia em que o sindicato tinha agendada uma reunião com o ministério para desviar as atenções de matérias como os horários dos professores, a aposentação e a recuperação do tempo de serviço.