Turismo recua no Alentejo

Em Agosto passado o número de dormidas no Alentejo caiu 2,6% comparativamente com período homólogo, indicam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

As dormidas de residentes na região caíram 4% e as de não residentes aumentaram 0,5%.

Os proveitos totais no Alentejo, em Agosto, aumentaram 1% e os de aposento 2,5%, face a igual mês de 2017.

Na região, o rendimento médio por quarto subiu dos 66,8 euros em Agosto de 2017 para os 69,1 euros em Agosto passado.

No país, as dormidas de não residentes mantiveram a tendência negativa.

Em Portugal os estabelecimentos hoteleiros registaram 2,5 milhões de hóspedes e 7,7 milhões de dormidas.

O número de hospedes aumentou 0,4% mas o volume de dormidas caiu 1,9%.