Um em cada cinco ouriquenses não tem médico de família

A falta de médicos em Ourique é cada vez mais sentida. O deputado do PCP eleito por Beja visitou, esta semana, o Centro de Saúde daquela vila e apurou que um quinto da população do concelho não tem médico de família.

De acordo com João Dias, há 1 081 pessoas sem médico de família. A situação mais grave é vivida em Garvão.

Há falta de médicos junta-se a de assistentes técnicos, adianta o parlamentar.

João Dias defende uma intervenção do Ministério da Saúde para solucionar os problemas.

O deputado visitou também a Unidade de Cuidados Continuados de Garvão onde existem problemas resultantes dos atrasos nas transferências do Ministério da Saúde.

João Dias enaltece o trabalho desenvolvido pela Unidade.