Vidigueira assume liderança da candidatura do Vinho de Talha a Património da Humanidade

A Câmara de Vidigueira reuniu com todos os municípios, entidades, associações e produtores que manifestaram interesse em colaborar na candidatura do Vinho de Talha a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

O encontro pretendeu “vincular” os intervenientes ao projecto, “definindo o grau de envolvimento de cada um, a sua participação e incumbências, nas diferentes acções”, revela a Câmara de Vidigueira.

A iniciativa aconteceu, no final do mês passado, após a realização das eleições autárquicas de Outubro de onde saíram novos executivos municipais.

De acordo com a Câmara de Vidigueira, 23 municípios do Alentejo demonstraram interesse em participar na candidatura.

A autarquia de Vidigueira comunicou à Direcção Regional de Cultura do Alentejo, a intenção de candidatar o Vinho de Talha a Património Cultural Imaterial, e solicitou a esta entidade “a colaboração técnica, no sentido de estruturar a candidatura e o trabalho de investigação e inscrever, numa primeira fase, a Produção Tradicional de Vinho de Talha no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (PCI) e, posteriormente, na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade”.

Ana Patrícia Marreiros, Adjunta do Gabinete de Apoio ao Executivo da Câmara de Vidigueira, refere que a Câmara de Vidigueira assume a “liderança” num processo que quer “partilhado” com todos os intervenientes.