Vinga-se do vizinho puxando fogo aos animais

Homem, de 22 anos, é suspeito de ter incendiado o quintal do vizinho, provocando a morte a dezenas de animais, tudo por vingança.

O caso aconteceu na última quarta-feira (22 de maio), na pequena localidade de Mina da Juliana, concelho de Beja.

Semanas antes, o suspeito quis roubar o carro de Carlos Paquete, de 59 anos, forçando a porta e tentando fazer uma “ligação directa”. Algo terá corrido mal e a viatura incendiou-se. “O carro ficou completamente destruído, ardeu totalmente. Depois, empurraram-no para um barranco”, revelou a vítima.

O caso foi investigado pela Polícia Judiciaria (PJ) que, através das impressões digitais deixadas no local, facilmente identificou o autor do crime.
Depois de ser notificado e interrogado pelas autoridades, o suspeito confessou tudo. Nessa mesma tarde, ao passar junto de Carlos Paquete, disse “esta noite vou fazer merda, e fez”, afirmou a vítima à Rádio Pax.

Precisamente, nessa mesma noite, o homem de 22 anos terá ateado fogo ao quintal da vítima provocando avultados prejuízos materiais e causando a morte aos muitos animais que se encontravam no local. “Não consigo ir ao quintal e ver os animais todos carbonizados”, confessou Carlos Paquete.

A família do suspeito tentou agredir o homem. “Se não fosse a população da aldeia tinham-me linchado”, desabafou. “Como estou praticamente cego, ainda temi pela minha vida”, acrescentou.

O jovem, de 22 anos, já estava identificado pelas autoridades devido a outras situações que protagonizou. Segundo algumas pessoas, que não se quiseram identificar, “existem ligações dele (suspeito) ao mundo da droga e toda a gente na aldeia sabe disso”.