Vinhos do Alentejo aplaudem reforço da verba de apoio à reestruturação da vinha

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) saudou o Governo pelo reforço da dotação orçamental do Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (VITIS), relativa à campanha 2021-2022, para 57 milhões de euros.  

O VITIS teve uma dotação inicial de 41,7 milhões de euros, na campanha de 2020-2021, valor que foi, agora, aumentado para os 57 milhões de euros em 2021-2022.

Francisco Mateus, presidente da CVRA e da ANDOVI (Associação Nacional das Denominações de Origem Vitivinícolas), lembra, no entanto, que é essencial que o aumento da verba do VITIS não signifique cortes futuros em outros apoios ao sector.

Para a CVRA, é importante que os apoios disponíveis sejam reforçados, defendendo, contudo, que setor deverá ser visto a longo prazo pelo Governo. 

A medida foi anunciada pelo Ministério da Agricultura, na passada segunda-feira, dia 14, como resposta ao elevado número de candidaturas.

Na sequência do aumento da verba disponível, foi, também, alargado o prazo para a decisão das candidaturas até esta segunda-feira.

O prazo de alteração das candidaturas, referentes à campanha 2020-2021, é também prolongado para 30 de junho, no caso das que já têm investimento realizado.

“O Governo vai reforçar a dotação orçamental” do VITIS “para 57 milhões de euros, de modo a dar resposta ao elevado nível de adesão a esta medida de apoio e a corresponder às expectativas dos candidatos”, anunciou o Ministério da Agricultura, em comunicado.