ADPM apoia reconstrução de Moçambique

O rasto de destruição deixado pelos ciclones Kenneth e Idai continua visível em Moçambique, razão pela qual o Instituto Camões lançou “um concurso destinado a financiar projectos de Organizações Não Governamentais para o Desenvolvimento (ONGD) nas áreas nos domínios da saúde, educação e segurança alimentar”, segundo a associação de Mértola.

Neste sentido, a ADPM – Associação de Defesa do Património de Mértola irá integrar, juntamente com a Cáritas Portugal, um projecto liderado pela Oikos, Organização Não Governamental para o Desenvolvimento portuguesa.

“Estes projectos revestem-se de grande importância uma vez que permitirão prestar uma assistência mais eficaz no terreno, procurando mitigar o sofrimento das populações afectadas pelos ciclones”, afirma Associação de Defesa do Património de Mértola.