Álcool e drogas na mira da GNR

A GNR está nas vias e locais onde as infracções por excesso de álcool e por consumo de substâncias psicotrópicas são mais frequentes.

Desde o início do ano, foram submetidos ao teste de alcoolemia cerca de 516 mil condutores, em todo o país, dos quais 10 mil 855 conduziam com taxa de álcool no sangue (TAS) superior ao permitido por lei.

No distrito de Beja a GNR já detectou, este ano, 264 indivíduos que conduziam com álcool no sangue.

Esta operação é realizada de igual modo em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (TISPOL) organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa.