Álcool e drogas na mira da GNR

“Operação Tispol” é o nome da acção de fiscalização que, até domingo, envolve mais de 4 mil e 800 militares da Unidade Nacional de Trânsito, da Unidade de Intervenção e dos comandos territoriais.

Durante a operação vão ser levadas a cabo mais de 2 mil acções de fiscalização direccionadas para as vias onde as infracções por excesso de álcool e por consumo de drogas são mais frequentes e nos locais onde existam dados ou indícios da prática de natureza criminal.

Segundo a GNR, o número de condutores detectados a circular com taxa de álcool no sangue acima do permitido por lei reduziu de 2013 para 2014. Até ao final do mês de Novembro, já foram detectados mais de 24 mil condutores com excesso de álcool.

A “operação Tispol” insere-se na estratégia de combate à sinistralidade rodoviária, definida pela Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária e no “Road Safety Programme 2011-2020”, da Comissão da União Europeia, que visa contribuir para uma maior segurança rodoviária.