Alentejo foi a região que menos cresceu em 2016

O Alentejo foi a região do país que registou o menor aumento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016. Os dados são do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A Taxa de Crescimento Real foi de 0,5%, seguindo-se a Região Autónoma da Madeira com um aumento de 0,9% e a Área Metropolitana de Lisboa com 1,2%, sendo a média nacional de 1,5%.

Este valor é o mais baixo registado pelo Alentejo desde 2014.

A Área Metropolitana de Lisboa e a região Norte do país, detêm 65% da riqueza criada em Portugal. O Algarve registou o maior aumento nacional do PIB, com 2,6%. No entanto, a riqueza gerada pelo Algarve (8,3 milhões de euros) é menor que a riqueza gerada pelo Alentejo (12,2 milhões de euros).