Baixo Alentejo fora programa de investimentos para 2030

O Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030 tem 40 projectos listados, metade dos quais ferroviários. A discussão pública foi ontem lançada pelo Governo.

A electrificação da linha ferroviária entre Beja e Casa Branca ficou fora do plano de investimentos, notícia o Jornal Publico.

O governo vai lançar debates temáticos em todo o país de modo a obter contributos para o Programa.

Pedro do Carmo, deputado do PS eleito por Beja, assegura que não “baixará os braços” e estará na “linha da frente”, reivindicando a electrificação da ferrovia a Beja. O parlamentar frisa que “não é inadmissível que a região seja excluída” do Programa Nacional de Investimentos.

João Dias, deputado do PCP eleito por Beja, afirma que é “muito duro” saber que a electrificação da ferrovia até Beja não é uma prioridade para o Governo. O parlamentar considera que Beja corre o risco de ver encerrada a linha. João Dias garante que vai avançar com novas iniciativas na Assembleia da República em defesa da electrificação da linha ferroviária.

Nilza de Sena, deputada do PSD eleita por Beja, frisa que o Governo “desistiu” do Baixo Alentejo. A parlamentar considera que é “inadmissível” que sejam considerados investimentos em regiões mais ricas em detrimento das mais pobres.