Alentejo tem percentagem mais baixa de vítimas de violência

A proporção da população que viveu pelo menos uma situação de violência na sua trajetória de vida é de 44,8% em Portugal, de acordo com os resultados do Inquérito sobre Segurança no Espaço Público e Privado, agora publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Alentejo destaca-se com a proporção mais baixa do país.

O INE realça que no Alentejo a proporção de pessoas dos 18 aos 74 anos que foram vítimas de violência é de 37,8%.

A região tem “proporções inferiores à média nacional em qualquer dos contextos de violência analisados”, adianta a mesma fonte.

No inquérito, no Alentejo, 16,9% da população queixou-se de assédio persistente, 17,3% de assédio sexual no trabalho, 5,5% de violência na infância e 10,2% de violência por outros que não parceiros.

O INE sublinha que “a proporção de vítimas de algum tipo de violência é menor nos níveis de escolaridade mais baixos (42,6% para quem tem escolaridade até ao ensino básico 1º ciclo), aumentando até abranger metade da população com ensino superior (49,4%)”.