Aljustrel e Barreiro querem recriar Rota da Pirite

Durante quase um século, a exploração das minas de pirite do Alentejo alimentou a laboração das instalações construídas pela Companhia União Fabril (CUF) no Barreiro, que, nesse período, terá constituído um dos poucos centros industriais que, a nível mundial, concretizaram o aproveitamento integral da pirite.

No sentido de valorizar turisticamente estes territórios e salvaguardar o seu património industrial, os municípios estão a trabalhar na Rota da Pirite.

Nelson Brito, presidente da Câmara de Aljustrel, sublinha que as rotas industriais têm uma procura turística.