Amareleja inaugura Casa da Memória de Eunice Muñoz

A Amareleja, no concelho de Moura, inaugura, nesta quinta-feira, a Casa da Memória de Eunice Muñoz.

Trata-se de uma homenagem “em vida” da vila que viu nascer a atriz, de 93 anos, que marca presença na cerimónia.

Joaquim Mário, presidente da Junta de Freguesia da Amareleja, entidade que teve a iniciativa de colocar projeto em andamento, explica que este era um sonho já com algum tempo, que sofreu alguns atrasos devido, em particular, à pandemia, e que, agora, se concretiza.

A iniciativa contou com a colaboração da própria Eunice Muñoz, bem como, de alguns familiares da atriz.

O presidente da Junta de Freguesia de Amareleja esclarece que “é um espaço pequeno, mas que vai albergar 93 anos de memória de Eunice Muñoz, 80 dos quais, nos palcos”.

A primeira exposição vai ter a duração de “entre seis meses e um ano”, mas depois “outras exposições virão, com assuntos mais abrangentes ou mais específicos”, mas sempre relacionados com a vida e a obra da atriz”, refere, ainda, o autarca.

A Casa da Memória de Eunice Muñoz conta com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo, da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, da Câmara Municipal de Moura e do Museu Nacional do Teatro e da Dança, entidades que estão representadas na inauguração.

Contará com objetos e fotos da atriz, assim como outros materiais em formato áudio e vídeo.

O espaço onde será instalada a habitação não corresponde, no entanto, à casa onde a atriz nasceu e que acabou por dar o seu nome à rua.