Amoreiras-Gare promove concurso de poesia popular

O concurso pretende divulgar a poesia e a cultura popular daquela freguesia do interior de Odemira.

O concurso é dirigido a todos os interessados, que devem participar com obras inéditas, escritas em décimas, com base num mote pré-definido. “Está o campo abandonado / Já nada é como outrora / As hortas são um silvado / Nos montes já ninguém mora”, é o mote escolhido para esta edição pelo vencedor do concurso no ano anterior.

A apresentação dos trabalhos e divulgação dos vencedores é feita durante Festas de Maio da freguesia.

Antero Silva, presidente da Assembleia Geral da Associação, explica a ligação da freguesia à poesia popular e deixa na Rádio Pax o mote do concurso.

Os trabalhos podem ser enviados até dia 8 de Abril por correio ou correio electrónico para a Associação para o Desenvolvimento de Amoreiras-Gare.