Baixo Alentejo em risco de se tornar zona desértica

Nuno Lacasta, presidente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), alerta que o Baixo Alentejo está em risco de se tornar numa zona desértica.

No quadro das alterações climáticas, num cenário mais gravoso e se nada for feito, o Baixo Alentejo será das zonas do país com maiores consequências, indicam os estudos já realizados.

No entender do presidente da Agência Portuguesa do Ambiente é preciso “agir com sentido de urgência e com sentido estratégico” no quadro das medidas de adaptação às alterações climáticas.

Em seu entender é necessário “olhar de frente para os desafios” e “identificar medidas concretas”.

O presidente da Agência Portuguesa do Ambiente falava no Seminário “Baixo Alentejo Território Sustentável”, organizado pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo.