Baixo Alentejo tem menor esperança de vida

A esperança de vida à nascença em Portugal foi estimada em 80,62 anos para o total da população, revelam as Tabuas de Mortalidade do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A esperança de vida apurada era de 77,61 anos para os homens e de 83,33 anos para as mulheres, no triénio 2014-2016.

Estes valores representam, segundo INE, “um ganho de 1,44 anos para os homens e de 1,14 para as mulheres, comparativamente com os valores estimados para 2008-2010”.

À nascença, a esperança de vida continua a ser superior para as mulheres; mas a diferença para os homens tem vindo a diminuir, sendo agora de 5,72 anos.

Nas sub-regiões Cávado, Região de Coimbra, Região de Leiria, Viseu Dão-Lafões e Área Metropolitana do Porto verificaram-se os valores mais elevados da esperança de vida à nascença, acima de 81 anos. No lado oposto, com menor esperança de vida à nascença, estão as regiões autónomas e o Baixo Alentejo.

A esperança de vida à nascença no Baixo Alentejo era de 78,62 anos, no triénio 2014-2016, a terceira menor do país.