Baixo Alentejo tem primeira Companhia de Dança Contemporânea

Em Junho passado foi formalmente constituída a CADAC – Companhia Alentejana de Dança Contemporânea.

De acordo com os promotores da companhia, a criação desta estrutura vem sendo discutida desde há anos por alguns criadores da cidade, bailarinos, actores, músicos, e artistas plásticos, “por se fazer sentir a necessidade de colmatar uma ausência na região”.

António Marques Revez, Co-fundador da CADAC, afirma que apesar de o Conservatório Regional do Baixo Alentejo (CRBA) oferecer formação intensiva na área, “os intérpretes formados não encontram nenhuma saída profissional ou estrutura que os absorva a fim de viabilizar a edificação dos conhecimentos adquiridos”.

A CADAC pretende estabelecer pontes com os criadores do espaço ibero-americano. Neste momento tem em pré-produção para um espectáculo a estrear em 2019, coreografado pela conceituada Marianela Bóan, actual coreógrafa da Companhia Nacional de Bailado do Ministério da Cultura da República Dominicana, explica António Revez.