Banda Da Weasel é primeira confirmação para 26.ª edição do Festival Sudoeste


A banda portuguesa Da Weasel é a primeira confirmação da 26.ª edição do Festival Sudoeste, que se realiza na Herdade da Casa Branca, Zambujeira do Mar, concelho de Odemira, de 07 a 10 de agosto de 2024.

Os Da Weasel atuam no último dia da próxima edição do Sudoeste, adianta a promotora Música no Coração em comunicado, recordando que foram um dos nomes da primeira edição do festival, em 1997.

“A banda de Almada regressa à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, por onde passou também em 2000, 2001, 2004 e 2005”, acrescenta a promotora.

A Música no Coração anuncia ainda a abertura do campismo a 03 de agosto, e “uma nova identidade”, sem o nome do patrocinador associado à sua designação há quase duas décadas.

Para 2024, os Da Weasel já tinham anunciado atuações no primeiro dia da 10.ª edição do festival Monte Verde, que se realiza na Ribeira Grande, nos Açores, de 08 e 10 de agosto, e a 12 de julho, no 10.º Festival Summer Opening, no Funchal.

O 10.º Summer Opening acontece no Parque de Santa Catarina, nos dias 12, 13, 19 e 20 de julho.

Em julho de 2022, os seis elementos do grupo – Jay, Pacman (que o público agora conhece como Carlão), Virgul, Guilhas, Quaresma e DJ Glue – reuniram-se para um concerto no festival Alive, em Oeiras, assinalando assim o regresso aos palcos, inicialmente previsto para 2020.

Este ano, atuaram no festival Marés Vivas, em julho, em Vila Nova de Gaia.

A discografia dos Da Weasel inclui seis álbuns de estúdio, um EP e dois DVD ao vivo, na qual se encontram canções como “Good Bless Johnny”, “Dúia”, “Agora e para sempre (a paixão)”, “Ressaca”, “Dou-lhe com a alma”, “Dialetos de ternura” e “Tás na boa”.

Segundo Jay, em entrevista à Lusa em abril deste ano, “ficaram coisas por publicar”. “Há algumas raridades, algumas pérolas, que ficaram na gaveta. Vamos ver o que é que pode dar”, disse, explicando que “nem sequer há material para um EP, quanto mais para um disco”.

Este ano, foi editada uma biografia do grupo, “Da Weasel – Uma página da história”, de Ana Ventura.

O livro, dividido em nove capítulos, recua a memórias ainda antes de a banda ser formada, com cada um dos atuais elementos a partilhar um pouco da sua própria história, e termina alguns meses depois do concerto de regresso aos palcos.

Os bilhetes para o festival Sudoeste já se encontram disponíveis, com descontos nos passes com e sem campismo até 31 de dezembro (119 e 109 euros, respetivamente) e 15 de abril (139 e 129 euros).

O ‘Pack Sudas’, de edição limitada, que inclui cinco passes com campismo, apenas fica disponível até ao final deste ano, por 499 euros.

Até 10 de agosto, segundo a Música no Coração, os passes para o festival, com campismo, sobem a 159 euros, e sem campismo, a 149 euros, mantendo-se os preços do passe ‘Golden Circle’ com campismo (249 euros) e do passe VIP com campismo (300 euros).

O bilhete diário tem o preço de 69 euros, o ‘Golden Circle’ diário, 149 euros, e o passe VIP diário, 190 euros, adianta a promotora.

Rádio Pax/ Lusa