Câmara de Beja rejeita mais quatro competências

A Câmara de Beja decidiu rejeitar para este ano, novas competências, desta vez nas áreas da saúde, educação, cultura e “protecção e saúde animal e segurança dos alimentos”.

Os diplomas foram publicados em Diário da República no final do mês de Janeiro.

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, assegura que para além da gestão das equipas de intervenção permanente dos Bombeiros de Beja não serão aceites pelo município novas competências em 2019.

Com o Plano de Actividades e o Orçamento em curso, sem previsão de novas competências, e com as dúvidas ainda existentes sobre o processo, o autarca considera que não estão reunidas condições para aceitar a descentralização.

Contudo, Paulo Arsénio não afasta a possibilidade de em 2020 aceitar algumas das competências entretanto rejeitadas.