12°C
Scattered clouds

Câmara de Odemira vai criar polícia municipal

Câmara de Odemira vai criar polícia municipal

A Câmara de Odemira, no distrito de Beja, pretende avançar com a criação de uma polícia municipal, para reforçar a fiscalização no território e o “sentimento de segurança” entre a população, anunciou o presidente da autarquia.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do município do litoral alentejano, Hélder Guerreiro (PS), explicou que a criação desta polícia “é um compromisso de mandato”.

“Já falámos com a secretária de Estado da Administração Interna [Isabel Oneto], que se mostrou disponível e apoiante de um processo destes”, revelou.

Segundo o eleito, o processo “ainda levará algum tempo” até se tornar realidade, mas terá “naturalmente uma repercussão muito importante” no território, “que é reforçar a componente de fiscalização e algumas das competências que o município também recebeu da parte do Estado ao nível do trânsito”.

Hélder Guerreiro acrescentou que a ambição de criar uma polícia municipal “comporta um investimento significativo” – que não especificou -, mas resultará “numa ação significativa no território”.

A Câmara de Odemira pretende também ver reforçado o efetivo de militares da GNR no concelho.

“Este ano, na chamada ‘época baixa’, já tivemos perto dos 96 [militares em todo o concelho] e agora, durante o verão, temos à volta dos 115/120”, adiantou Hélder Guerreiro.

O autarca acrescentou que “esse é o número de compromisso entre a Câmara de Odemira e o Ministério da Administração Interna, ou seja, que existam 120 militares no território”.

O acordo do município com o Governo prevê ainda a construção de um novo posto da GNR em São Teotónio, para o qual a Câmara Municipal deu o terreno e o projeto.

“E também estamos disponíveis para fazer as obras de adaptação [dos postos] em Odemira e em Vila Nova de Milfontes, para que os nossos militares tenham condições”, adiantou.

Hélder Guerreiro frisou ainda que a autarquia investiu cerca de 150 mil euros na aquisição de uma habitação “para alojar os militares da GNR em Sabóia”, tendo igualmente “um contrato de comodato com a GNR em Odemira, onde há mais alojamento para os militares”.

Rádio Pax / Lusa

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

20/03/2024
Equipamento de Ressonância Magnética é hoje inaugurado em Beja
01/09/2023
Moura apela à separação seletiva dos biorresíduos
01/09/2023
Ivandro sobe ao palco na “Feira Anual de Cuba”
01/09/2023
Castro Verde: “Festival Castro Mineiro” arranca esta sexta-feira
01/09/2023
Odemira promove “Setembro, uma imersão cultural”
01/09/2023
“Quinteto Quebra Tudo” e “Latin Jazz” no primeiro dia do “Be Jazz”
01/09/2023
Serpa e Vasco da Gama de Vidigueira deslocam-se ao Barreiro
29/08/2023
Executivo promove “precariedade laboral” diz CDU de Beja