Câmara de Serpa continua a reclamar requalificação de Escolas

Numa altura em que se prepara o próximo ano lectivo, a Câmara Municipal de Serpa volta a “reforçar a preocupação com a indefinição nos processos de requalificação da Escola Secundária de Serpa, bem como com a Escola EB 2, 3 de Vila Nova de São Bento, equipamentos fundamentais para uma resposta educativa de qualidade”.

Em Maio passado, o município decidiu não aceitar a descentralização de competências na área da educação apresentada pelo governo, “por considerar que este processo só se poderá efectivar nos quadros da descentralização democrática da administração pública ao nível das regiões, prevista na Constituição da República Portuguesa (…)”.

Em nota de imprensa, a Câmara Municipal de Serpa revela que “tem dialogado com os responsáveis governamentais para que se encontrem soluções para as necessárias obras de intervenção nas escolas”. Contudo, adianta “o problema já se arrasta há demasiado tempo e o ano lectivo iniciar-se-á sem que o Ministério da Educação apresente em concreto os projectos para as intervenções urgentes nestes dois estabelecimentos de ensino que continuam, de dia para dia, a degradarem-se”.