Casas estão mais caras no Alentejo

Em novembro do ano passado, o valor mediano de avaliação bancária, realizada no âmbito de pedidos de crédito para a aquisição de habitação, fixou-se, no Alentejo, em 996 euros por metro quadrado (euros/m2).

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), os preços subiram 1,5% face ao mês anterior (outubro) e 14,1% comparativamente com novembro de 2021.

Nos apartamentos, o Alentejo registou o valor de 1 041 euros/m2, o que corresponde a um acréscimo de 0,8% face ao mês anterior e de 15% comparativamente com o mês de novembro de 2021.

Nas moradias, o valor foi de 950 euros/m2, o que representa uma subida de 1,4% em relação ao mês anterior. Em termos homólogos, registou-se um aumento de 13,1%.

Em Portugal, em novembro, o valor mediano de avaliação bancária, realizada no âmbito de pedidos de crédito para a aquisição de habitação, fixou-se em 1 449 euros/m2, tendo aumentado 2% face a outubro e 13,9% face a período homólogo.