Censos confirmam “efeitos da política de direita no Alentejo” diz PCP

Após a publicação dos resultados definitivos dos Censos de 2021 que confirmam a perda de população no Alentejo, o PCP vem a público responsabilizar o PS, o PSD e o CDS pela quebra demográfica.

O PCP acusa a direita de prosseguir “há décadas políticas altamente lesivas do interesse da região Alentejo e do seu povo”.

O PCP defende “uma visão estratégica de desenvolvimento para o Alentejo”, que “assente em quatro prioridades: Quadro estratégico de Desenvolvimento Regional; Plano de Emergência Social; Criação e Desenvolvimento de base Económica Diversificada; Gestão de Desenvolvimento Participado e Eficaz”.

“O grande problema do Alentejo não reside no Alentejo, reside na política de sucessivos governos que só se lembram do Alentejo em tempo de eleições como ficou mais uma vez provado a semana passada com a discussão do Orçamento do Estado”, frisa o PCP.