CM Beja emite “parecer desfavorável” sobre o protesto dos comerciantes da cidade

A Câmara de Beja emitiu um parecer negativo sobre o protesto dos comerciantes da cidade, que estava previsto, para esta quinta-feira, junto ao Jardim do Bacalhau.

Em causa está o não consentimento por parte da Autoridade de Saúde Pública, pelo facto de Beja fazer parte dos 121 concelhos que está a dotar medidas especificas de combate à pandemia da Covid-19.

Os comerciantes estão casa vez mais indignados e revoltados com as medidas que têm sido impostas pelo Governo.

Irene Martins, porta-voz da iniciativa diz não saber até que ponto o protesto foi “desmobilizado”, porque estava prevista a vinda de comerciantes de vários pontos do distrito.

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja disse à Rádio Pax que “deu a conhecer aos comerciantes, que tendo em conta, a legislação atual para concelhos de alto risco de contágio (como é o caso de Beja), a iniciativa não tem o enquadramento que possa permitir a sua realização”.