Covid-19: Vacina administrada em Portugal já a partir de janeiro

O Governo apresentou, na passada quinta-feira, o Plano de Vacinação contra a Covid-19. A vacina será gratuita, facultativa e administrada no SNS.

As vacinas contra a Covid-19 vão começar a ser administradas a partir de janeiro, sendo que os grupos prioritários serão as pessoas com mais de 50 anos com patologias associadas, residentes e trabalhadores em lares, e profissionais de saúde e de serviços essenciais.

A informação foi revelada, durante a sessão de apresentação, pelo coordenador da task force para a elaboração do “Plano de vacinação contra a Covid-19 em Portugal”.

Segundo Francisco Ramos, numa segunda fase a prioridade será para pessoas com mais de 65 anos sem patologias associadas, e pessoas com mais de 50 anos, mas com um leque mais alargado de patologias associadas, como a diabetes.

Na apresentação do plano, o responsável estimou que sejam vacinadas 950 mil pessoas numa primeira fase, sendo 250 mil o grupo dos lares, 400 mil as pessoas com mais de 50 anos e comorbilidades associadas e 300 mil profissionais.

Na segunda fase serão vacinadas 1,8 milhões de pessoas com mais de 65 anos.

A terceira fase abrangerá a restante população.

Segundo o primeiro-ministro, o plano de vacinação apresenta “quatro marcas fundamentais: será universal, facultativo (como é tradição), gratuito, e distribuído a toda a população de acordo com os critérios de prioridade definidos técnica e cientificamente e politicamente também validados”.

“Temos boas razões para estar confiantes neste processo”, acrescentou ainda António Costa, no final da sessão de apresentação do Plano de Vacinação contra a covid-19 em Portugal.