Criadores e industriais do Porco Alentejano juntos em Ourique

A Feira do Porco Alentejano junta naquela vila criadores e industriais do sector, assim com muitos apreciadores do Porco Alentejano criado a bolota no montado da região.

A organização da Feira é da Câmara Municipal de Ourique e da Associação de Criadores de Porco Alentejano.

Nuno Faustino, presidente da Associação, realça que a Feira tem-se afirmado cada vez mais como um pólo de referência neste sector de actividade.

Com o mercado espanhol é a ser o principal consumidor do Porco Alentejano, Nuno Faustino mostra-se satisfeito com a indicação deixada pelo Ministro da Agricultura, na passada sexta-feira, de que as restrições de exportação com o país vizinhos estariam a ser negociadas. “É a diferença entre a continuidade do sector e o fim da sua actividade”, comenta.

Sobre os fundos comunitários, o presidente da ACPA lamenta os atrasos mas espera que o porco alentejano continue a ser privilegiado “como raça autóctone e devido ao potencial na indústria”.