Cruz Vermelha Portuguesa recolhe alimentos

A Cruz Vermelha Portuguesa em parceria com a Missão Continente inicia hoje mais uma recolha de alimentos.

Os bens angariados serão entregues a famílias carenciadas, identificadas pela Cruz Vermelha Portuguesa através das suas Estruturas Locais, de acordo com as necessidades mais urgentes.

A campanha é apoiada por milhares de voluntários, que estão nas lojas Continente a aconselhar os portugueses sobre os produtos que devem doar e a receber os contributos de todos os que quiserem participar.

A Cruz Vermelha apela à dádiva de enlatados, papas, grão, feijão, leite, sal, bolachas, café solúvel, óleo, azeite, massas, arroz e cerais.

Em 2016, as recolhas de alimentos promovidas pela Cruz Vermelha Portuguesa em parceria com a Missão Continente tiveram o contributo de cerca de 6 mil voluntários, que recolheram alimentos equivalentes a 385 mil refeições.

José Tadeu de Freitas, director da Cruz Vermelha em Beja, apela à população que se junte à campanha e ajude os que mais necessitam com a oferta de alimentos. Em Beja a Cruz vermelha apoia 70 famílias carenciadas.