DORBE do PCP contesta Orçamento do Estado para 2023

“A proposta de Orçamento de Estado para 2023, apresentada pelo Governo do PS, não responde aos problemas estruturais do país e da região”, diz a Direção da Organização Regional de Beja (DORBE) do PCP.

Em nota envida às redações, os comunistas frisam que “as propostas do PCP, nomeadamente ao nível das acessibilidades (Ferrovia, IP8, Aeroporto), não estão a ser consideradas neste orçamento de Estado, bem como o reforço do Serviço Nacional de Saúde”.

O Partido Comunista alerta que “a região vai continuar à espera das infraestruturas necessárias para o seu desenvolvimento e com o agravamento dos problemas de acesso aos cuidados de saúde, como é exemplo a gritante falta de médicos um pouco por todo o distrito”. O PCP quer ainda que seja concretizada a 2ª fase do Hospital de Beja.

Manuel Valente, membro da DORBE do PCP defende a concretização dos investimentos “necessários” para a região.

A DORBE do PCP apela aos trabalhadores que participem na greve nacional dos trabalhadores da Administração Pública, a 18 de novembro e na concentração a 25 de novembro, em frente à Assembleia da República.