Dormidas no Alentejo continuam a crescer

Os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que em outubro passado registaram-se aumentos das dormidas em todas as regiões do país.

O número de dormidas no Alentejo cresceu 6,7% face a igual mês do ano passado. O INE indica que a região contabilizou cerca de 268 mil dormidas em outubro.

Em Portugal, comparativamente a outubro de 2019, mês homólogo anterior à pandemia, apenas o Algarve registou um decréscimo de dormidas na ordem de 1,3%.

Os maiores aumentos ocorreram na Madeira (+25%) e nos Açores (+17,5%).

Relativamente às dormidas de residentes, observaram-se aumentos em todas as regiões, destacando-se a Madeira (+97,1%), seguida do Algarve (+24,8%), Alentejo (+23,9%) e Centro (+20,1%). As dormidas de não residentes aumentaram nos Açores (+21,4%), na Madeira (+15,4%), no Norte (+7,9%) e na AM Lisboa (+2,5%). Em sentido contrário, diminuíram 9,5% no Centro, 4,9% no Algarve e 3,4% no Alentejo.