Doze pessoas morreram no trabalho em 2015

Os dados da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) revelam que no ano passado foram registados 12 acidentes de trabalho com vítimas mortais, quando em 2014 tinham acontecido apenas 3 mortes em contexto laboral no distrito.

Lisboa e Porto com 18 mortos em acidentes de trabalho são os distritos com mais vítimas. No lado oposto está Castelo Branco com apenas um morto a lamentar.

Em 2015 perderam a vida a trabalhar, no país, 134 pessoas. A maioria dos acidentes ocorreu no mês de Janeiro. A quarta-feira é o dia da semana com mais acidentes fatais. A maioria das vítimas são homens com idades entre os 45 e os 54 anos.

A construção e a indústria transformadora continuam a ser os sectores com mais vítimas mortais registadas.