Electricidade chega a mais 25 casas na Serra de Serpa

Vai ser ligada, nesta segunda-feira, mais uma fase da eletrificação rural na Serra de Serpa, que irá beneficiar 25 casas e explorações agrícolas.

A intervenção vai decorrer na Zona da Neta – Pulo do Lobo, num momento que irá ser assinalado, pelas 11:00 horas, com uma sessão oficial, no edifício da antiga Escola Primária de Cabeceiras de Vale Queimado, com a participação de Tomé Pires, presidente da Câmara Municipal de Serpa, José Ferrari Careto, presidente da E-Redes, e Joaquim Falé, presidente da Associação de Moradores da Neta e Pulo do Lobo.

A obra, agora, concluída, resultado de um acordo de colaboração celebrado em fevereiro de 2019, entre a Câmara Municipal de Serpa e a EDP Distribuição (atual E-Redes), teve um investimento de cerca de 554 mil euros, beneficiando 25 casas e explorações agrícolas isoladas naquela zona.

O investimento foi suportado pela E-Redes, antiga EDP Distribuição, em 85%, pela Câmara Municipal de Serpa e pelos moradores abrangidos, em 15%.

Desde o início da eletrificação da Serra de Serpa foram já beneficiadas cerca de 250 habitações e explorações, com o apoio da Câmara Municipal, refere Tomé Pires, presidente da autarquia.

Recordando que “esta não é uma ação isolada”, uma vez que, a autarquia tem no terreno um plano de desenvolvimento daquela zona, o autarca destaca a importância desta intervenção, salientando que a eletrificação da Serra é sinónimo de desenvolvimento do concelho, uma vez que, permite que pessoas e empresas se fixem naquele território.

A concretização do projeto de eletrificação passou pela construção de cerca de nove quilómetros de linhas aéreas de Média Tensão, bem como, de redes aéreas de baixa tensão e pela instalação de oito postos de transformação, com uma potência total instalada de 400 kVA.