Eleitos da CDU exigem reposição da “legalidade”

Os eleitos da CDU na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Moura (Santo Agostinho e São João Baptista) e Santo Amador, apresentaram à Presidente da Assembleia de Freguesia cessante uma reclamação.

Os comunistas querem que sejam corrigidas o que dizem ser “as ilegalidades cometidas na tomada de posse”.

Em nota enviada às redações, os eleitos da CDU exigem uma nova eleição da junta de freguesia e da mesa da assembleia de freguesia.

De acordo com a CDU, “foi dada posse a um eleito do Partido Socialista no lugar de outro que por motivos de saúde não podia estar presente, quando essa opção está vedada, uma vez que no ‘ato de instalação quem falta não é substituído, pois só pode ser substituído quem tenha tomado posse e assim seja titular de um mandato’”.

Desta situação, acrescenta a mesma nota, “decorreu ainda o facto de a mesma pessoa ter sido eleita para a junta de freguesia, sem ter sido eleita para a Assembleia”.

A CDU quer que seja repetido todo o processo. Caso tal não aconteça, a CDU anuncia que solicitará “a intervenção do Ministério Público” sendo que já deu conhecimento a esta entidade dos factos ocorridos, “por forma a que sejam sancionados os responsáveis pela situação”.