12°C
Scattered clouds

Empresa investe 15 M€ em unidade para produzir blocos de cânhamo em Ourique

A empresa portuguesa Cânhamor vai investir 15 milhões de euros na unidade de produção de blocos de cânhamo para a construção civil, no concelho de Ourique (Beja), estando o arranque previsto para 2024, foi hoje divulgado.

De acordo com a empresa, em comunicado enviado à agência Lusa, a construção da unidade fabril, “que promete revolucionar os setores da construção e agricultura”, representa um investimento de 15 milhões de euros.

“Vai ser a primeira e única fábrica do mundo a controlar todo o processo produtivo”, desde “a matéria-prima até ao fabrico e venda do produto final”, avançaram os promotores que apontaram o início da operação “entre maio e junho de 2024”.

A nova unidade, que prevê “a criação de 30 postos de trabalho”, vai ser instalada num terreno com 36.500 metros quadrados, na freguesia de Garvão, concelho de Ourique (Beja), e quando estiver operacional “vai permitir aumentar 30 vezes mais a produção”, adiantaram.

Na mesma nota, a empresa explicou que pretende “trabalhar diretamente com a comunidade local” e “incentivar os agricultores a produzirem a matéria-prima”.

Com isto, prevê “aumentar os postos de trabalho, encurtar o tempo de produção e reduzir os custos e o preço da venda do produto final” ao setor da construção civil.

Segundo o diretor da Cânhamor, Elad Kaspin, citado no comunicado, com a entrada em funcionamento da nova unidade, será criado “um novo ciclo” que permitirá “controlar todo o processo produtivo” e, ao mesmo tempo, ficar “mais dependente dos agricultores e da comunidade local e menos dependente dos importadores habituais”.

“Os blocos de cânhamo são uma opção de construção sustentável 100% ecológica, amigos do ambiente e económicos e, no setor da construção, ainda não há muitas opções sustentáveis disponíveis no mercado”, frisou.

A procura por “materiais mais alternativos e ecológicos está a aumentar, as pessoas com uma consciência ambiental maior optam por trabalhar com esta solução, pelo que a construção da nova unidade surge, também, neste seguimento”, sustentou o responsável.

Criada em 2021, a Cânhamor é a primeira empresa produtora de cânhamo em Portugal que apresenta uma solução 100% ecológica para a construção civil: os ECOblocos – uma alternativa ao material utilizado na construção convencional.

Rádio Pax/Lusa

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

Desemprego
24/06/2024
Desemprego aumentou 7,8% no Alentejo
Aljustrel
24/06/2024
Centro Escolar Vipasca entra em obras no próximo mês
Mértola
23/06/2024
Festas da Vila de Mértola são momento de reencontro
Patinagem
23/06/2024
Atleta do Clube de Patinagem de Beja recebe Cartão Branco
Mértola
22/06/2024
Mértola: Festas da Vila têm bilheteira solidária para ajudar IPSS’s
Euro 2024
22/06/2024
Beja tem espaço na Piscina Descoberta para ver jogos da Seleção Nacional
Parlamento
21/06/2024
Parlamento lamenta morte de piloto espanhol durante festival aéreo de Beja
Alentejo
21/06/2024
Alentejo é das regiões onde as famílias têm menos despesas