Encontrados “importantes vestígios” arqueológicos em Serpa

Os trabalhos arqueológicos desenvolvidos pela ERA Arqueologia revelam “importantes vestígios” que foram descobertos no concelho de Serpa.

A investigação foi dirigida por António Carlos Valera, investigador do ICArEHB-Universidade do Algarve e do Núcleo de Investigação Arqueológica daquela empresa e por Tiago do Pereiro (ERA Arqueologia).

Os novos dados vão servir de base à elaboração de vários artigos de caráter científico que realçam a importância que o concelho de Serpa representa no contexto dos recintos pré-históricos peninsulares.

O objetivo desta investigação centra-se na “deteção e caraterização de recintos de fossos pré-históricos, que funcionariam como espaços cerimoniais e de congregação das populações do Neolítico e da Idade do Cobre que habitavam a região. Estes recintos são constituídos por fossos escavados na rocha e apresentam formas e dimensões muito variadas, podendo ocupar apenas alguns metros quadrados, ou até mais de 20 hectares”, cita o Município de Serpa.

A Câmara Municipal de Serpa, em conjunto com a ERA Arqueologia, está a preparar algumas iniciativas que vão promover o património existente no concelho, com a realização de várias exposições, ações de sensibilização e incentivo ao conhecimento geral sobre esta temática.