Enfermeiros exigem direito de opção

De acordo com o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), a ARS-Alentejo e a Unidade Local de Saúde pretendem transferir estes profissionais para a Santa Casa da Misericórdia de Serpa, entidade que vai gerir o Hospital. Aos enfermeiros com contrato de trabalho em funções públicas foi concedido o direito de optarem pelo serviço público ou pela Santa Casa da Misericórdia.

Edgar Santos, coordenador do SEP, em Beja, diz que se trata uma decisão injusta que prejudica os profissionais com contrato individual.