ETA de Alvito será alvo de reabilitação

Os presidentes das Câmaras de Alvito, Cuba, Vidigueira, Viana do Alentejo e Portel assinaram ontem, o contrato da empreitada de Conceção/Construção da Reabilitação da ETA de Alvito.

A obra contempla alterações nas infraestruturas de captação e no processo de tratamento.

Esta intervenção permite “potenciar a utilização de infraestruturas públicas implantadas no território, o que contribui para uma gestão integrada da utilização de recursos hídricos, crucial para uma região caraterizada pela escassez hídrica”, segundo a Águas Públicas do Alentejo.

A empreitada custa cerca de 2,2 milhões de euros, e é cofinanciada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Atualmente, a ETA serve uma população na ordem dos 24 mil habitantes.