“Executivo PS na CM Beja dá razão à CDU”

Os eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Beja vêm em nota de imprensa dizer que o “executivo PS dá razão” aos eleitos da Coligação Democrática Unitária, tendo sido “obrigado a voltar atrás numa proposta que fez aprovar na última reunião da Assembleia Municipal”.

Segundo o documento, o PS levou na passada “reunião de Câmara uma proposta de alteração aos critérios de seleção a utilizar nos vários concursos de recrutamento para os cargos de direção intermédia de 2º grau/chefes de divisão da Câmara Municipal de Beja”.

A CDU defende “que a bem da transparência e de uma escolha de candidatos mais bem fundamentada e criteriosa, deveriam ser utilizados, cumulativamente, outros critérios de seleção (…) e não somente a “entrevista aos candidatos” como estava previsto.

Na reunião, a CDU pediu “para que os pontos da Ordem de Trabalhos” referentes a este assunto, fossem retidos, mas tal não se verificou, tendo por isso, sido feita a votação. A proposta foi aprovada com duas abstenções e com os votos contra da CDU.

Na nota de imprensa é referido que “a decisão agora tomada pelo executivo municipal de levar à última reunião de Câmara a inclusão de mais um critério de seleção – a avaliação curricular – nestes concursos demonstra que a CDU teve razão na posição que tomou na Assembleia Municipal”.