FAABA contesta extinção da Direção Regional de Agricultura

A extinção das Direções Regionais de Agricultura e a transferência das suas competências para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) não agrada aos agricultores.

A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) frisa que a decisão “não trará qualquer vantagem para o sector agrícola”.

Segundo a Federação é “reveladora da falta de peso político da atual Ministra da Agricultura e do desinteresse do Governo por um setor tão importante para a nossa região e para o país, enquanto garante de soberania alimentar e ocupação do espaço rural”. 

“É uma decisão tomada sem o conhecimento ou discussão com os agricultores e suas organizações, que, ao contrário do que é propagandeado pelo Governo no âmbito da descentralização, trará ainda mais falta de apoio e menor proximidade para com os agentes do território”, adianta a FAABA. 

Rui Garrido, presidente da Federação não esconde as preocupações dos “homens da terra”.