Festival de Banda Desenhada é ponto de referência para colecionadores

Foto: CM Beja
Foto: CM Beja

A Casa da Cultura de Beja é palco da 18ª edição do “Festival Internacional de Banda Desenhada”.

A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Beja, prolonga-se até ao próximo domingo, dia 18 de junho.

Em destaque, estão as 17 exposições de alguns dos autores mais conhecidos deste género literário.

Os visitantes podem apreciar os trabalhos de Maurício de Sousa, Rúben Pellejero, Ricardo Baptista, Zanzim, entre outros.

No Mercado do Livro é possível encontrar diversos livros de 60 editoras diferentes.

O Festival é apontado como um dos principais pontos de referência para os amantes e colecionadores de BD.

O evento conta, em média, com a presença de 9 mil visitantes.

Pedro Moura, autor da exposição “Como Flutuam as Pedras”, considera que o Festival é uma oportunidade única para organizar uma exposição e mostrar os processos de desenvolvimento de um determinado projeto.