Festival de Música Sacra leva cante e viola campaniça a Madrid

A música sacra regressa à região a 27 de Fevereiro, mas antes disso a organização aproveita para divulgar o Festival e o Alentejo além-fronteiras. Depois da apresentação de quinta-feira na Embaixada de Portugal, o “Terras sem Sombra” alia-se ao cante e à viola campaniça para um espectáculo este sábado no Teatro do Circulo de Bellas Artes em Madrid.

O Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, responsável pelo Festival, quer dar a conhecer os vários aspectos culturais da região.

O Teatro do Círculo de Bellas Artes é “o coração cultural da capital espanhola”, realça José António Falcão. A sala de espectáculos  recebe os Cantadores de Vila Nova de São Bento, os Ganhões de Castro Verde e os Moços D`uma Cana.

O director do Festival fala numa oportunidade de ouro para defender as cores do Alentejo.

O “Terras sem Sombra” tem como título “Torna-Viagem: o Brasil, a África e a Europa (Da Idade Média ao Século XX)” e realiza-se em Almodôvar, Sines, Santiago do Cacém, Ourique, Odemira, Serpa, Castro Verde e Beja, a partir de 27 de Fevereiro e até 2 de Julho.