Fotografia e dança animam Musibéria

O centro Musibéria, em Serpa, recebe durante o dia de hoje, várias iniciativas, que passam pela dança e fotografia.

Durante a tarde, a partir das 16 horas, há oficina de dança com Bruno Alexandre. A iniciativa é focada no processo criativo do espectáculo “Cavalos Selvagens”, na qual os participantes têm de criar uma rede de partilha dividida entre a acção e observação. O objectivo desta oficina de dança é criar ferramentas de improvisação e composição coreográficas.

Às 18h30, o auditório Musibéria recebe o concerto de Clara Pampyn (Companhia Laimperfecta- Espanha). Este solo foi vencedor do 30º Certame Coreográfico de Madrid, no ano passado. A iniciativa pretende trabalhar a presença do corpo e da voz tratada como extensão e ferramenta para chegar onde o corpo não consegue.

Meia hora depois, na Fábrica Musibéria é possível assistir à exposição de fotografia “Outro em Mim que Eu Ignoro” de Joaquim Leal. Sob o olhar do fotografo, os coreógrafos Ana Jezebel e António Torres apresentam um espectáculo musical.

“A exposição propõe ao visitante um exercício de imaginação coreográfica a partir dos movimentos que a objectiva colocou em suspenso”.

As iniciativas têm entrada livre.