GNR apreendeu 600 gramas de meixão

O Comando Territorial de Beja da GNR, através do Núcleo de Protecção Ambiental de Odemira, deteve, ontem, em flagrante delito um homem, de 67 anos, por pesca ilegal de meixão, em Odemira.

A acção decorreu no âmbito da Operação Meixão que visa a prevenção e repressão do exercício do ato piscatório por meios e métodos contrários aos legalmente definidos, incidindo sobre pesca ilegal de meixão.

Da operação resultou a apreensão de 600 gramas de meixão, que corresponde a cerca de 4 mil espécimes, podendo atingir o valor de mais de 4 mil euros no mercado final (países Europeus e Asiáticos). Foi ainda apreendido material relacionado com a actividade. O meixão recolhido foi devolvido ao seu habitat natural.

O meixão ou enguia juvenil é o nome dado à fase larvar da enguia europeia. Esta é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução do número de efectivos devido à pesca ilegal.

O detido foi, ontem, presente no Tribunal de Odemira para primeiro interrogatório Judicial.

A operação contou com a colaboração do Núcleo de Investigação Criminal de Odemira.