GNR tem na estrada campanha de sensibilização “#NãoSouDeFerro”

A GNR quer inverter “a tendência de aumento da sinistralidade que envolve veículos de duas rodas a motor”. Nesse sentido, tem em curso, até ao próximo domingo, a campanha nacional de sensibilização “#NãoSouDeFerro”.

Esta campanha está presente nas plataformas digitais e exposta em centenas de locais de norte a sul do país.

A GNR anuncia que, adicionalmente, desenvolve iniciativas de sensibilização em algumas áreas de serviço de norte a sul do país, realizando também diversas ações nas imediações do Autódromo Internacional do Algarve dado o previsível aumento do fluxo de veículos de duas rodas a motor em direção ao Algarve para acompanhamento do Moto GP do próximo domingo. 

Da análise da sinistralidade rodoviária deste ano, verifica-se, segundo a GNR, que cerca de 10% dos acidentes envolveram veículos de duas rodas a motor.

A mesma fonte salienta que as vítimas registadas este ano, “28,9% são condutores ou passageiros de veículos de duas rodas e das vítimas mortais a lamentar, cerca de 32% correspondem também a condutores/passageiros de veículos de duas rodas a motor”.

A GNR recomenda prudência e a adoção de uma condução defensiva; aconselha a aumentar a distância de segurança em relação ao veículo da frente e a redobrar a atenção com condições atmosféricas adversas.

Os utilizadores dos veículos de duas rodas a motor devem ser visíveis, circular com as luzes acesas e usar equipamento individual de alta visibilidade.

A GNR recomenda, ainda, aos motociclistas que evitem a realização de manobras desnecessárias.