Governo criou uma Task Force exclusiva para Odemira

O Governo criou uma Task Force exclusiva para o concelho de Odemira, de forma a “operacionalizar e implementar ações de controlo e prevenção da pandemia Covid-19”.

A decisão surgiu na reunião do Conselho de Ministros da passada quinta-feira, dia 22, “num esforço concertado e acompanhado pelo Governo”, explica o município.

Recorde-se que, segundo os últimos dados divulgados pela DGS, referentes ao período entre 7 e 20 de abril, Odemira registou uma incidência de 991 casos por 100 mil habitantes, a mais elevada da lista relativa à incidência cumulativa a 14 dias.

A criação desta Task Force foi anunciada, na manhã de sexta-feira, dia 23, por Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, numa reunião com José Alberto Guerreiro, presidente da autarquia, onde foram reveladas as medidas a implementar naquele território.

A Task Force de Odemira reúne várias entidades locais e regionais e fará o acompanhamento diário da situação epidemiológica no concelho.

Entretanto, a Câmara de Odemira refere que houve, também, um reforço de vacinação, assim como, a continuação da ação de testagem à comunidade, reforço dos meios de segurança para ações de controlo e fiscalização, reforço dos profissionais de saúde (através dos meios do Exército Português) e reforço das ações da ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho.

Participaram na reunião o Presidente da Administração Regional de Saúde do Alentejo, os representantes da Autoridade de Saúde Pública, o Comandante Territorial da GNR de Évora, o Diretor Regional de Segurança Social, Autoridade para as Condições do Trabalho, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Alto Comissariado para as Migrações, Diretor Regional de Agricultura e Pescas e o Comandante Distrital de Operações de Socorro.

Na reunião estiveram também presentes o Vice-presidente da Câmara Municipal de Odemira, Ricardo Cardoso, a Vereadora Deolinda Seno Luís e a Coordenadora do Serviço Municipal de Proteção Civil, Lucínia Aires.

A Rádio Pax tentou, sem sucesso, obter declarações do presidente da autarquia sobre esta matéria.