Governo quer apoiar “a pequena agricultura e o rejuvenescimento do sector”

A pequena agricultura não foi esquecida no Programa de Governo.

“Assegurar a atractividade da actividade agrícola e promover a renovação geracional e a presença de uma rede de agentes económicos no meio rural” é uma das metas apontadas.

O Programa de Governo, aprovado no último sábado, defende que “há que dar continuidade ao apoio à pequena agricultura, ao rejuvenescimento do tecido social das zonas rurais, com destaque para o empresariado agrícola silvopastoril e silvícola, e à promoção e reforço das estratégias e parcerias locais”.

Assim o Governo pretende maximizar: “o pagamento mínimo por agricultor no âmbito do Regime da Pequena Agricultura da PAC”; “os pagamentos dos primeiros hectares no âmbito da PAC”; “o montante máximo elegível dos projectos de investimento para os pequenos agricultores” e “o valor do prémio à primeira instalação para os jovens agricultores”.

Na área agrícola, o Governo quer ainda promover a sustentabilidade da agricultura e do território rural; defender uma PAC pós-2020 mais justa e inclusiva; apostar no regadio eficiente e sustentável e restabelecer o equilíbrio nas cadeias de valor agrícolas, pecuárias e silvo-industriais.