Incêndios consumiram mais de mil hectares no distrito de Beja

Entre 1 de Janeiro e 30 de Setembro deste ano ardeu no distrito de Beja uma área florestal de 1.033 hectares.

De acordo com o 8º relatório provisório de incêndios florestais, agora divulgado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Beja está entre os distritos do país com menor área ardida.

No distrito de Beja foram contabilizados três incêndios considerados de grandes dimensões, ou seja, com uma área ardida superior a 100 hectares. Atingiram os concelhos de Castro Verde, Moura e Vidigueira.

No distrito foram contabilizadas 72 ocorrências: 38 fogos com área ardida inferior a um hectare e 34 incêndios florestais.

O relatório do Instituto destaca que com maior número de ocorrências estão os distritos de Porto (3.462), Braga (1.468) e Viseu (1.353). Em qualquer um dos casos as ocorrências são maioritariamente fogachos, ou seja, ocorrências de reduzida dimensão que não ultrapassam um hectare de área ardida.

O distrito mais afectado, no que concerne à área ardida, é Castelo Branco com 38.962 hectares, cerca de 18% da área total ardida até à data.

Os incêndios já consumiram 215. 988 hectares no país.