Incubadora de inovação social tem projectos de interesse para a região

A “Incubadora de inovação social do Baixo Alentejo” está a fazer o “mapeamento de todo o território” e tem já projectos de interesse para a região, revelou João Cascalheira, coordenador da Incubadora.

O projecto, co-financiado pelo programa Portugal Inovação Social, foi inaugurado no final da semana passada, em Beja, pela Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Maria Manuel Leitão Marques ficou satisfeita com o projecto. A governante frisou que a Incubadora permite desenvolver ideias com impacto social importante numa região de baixa densidade.

O investimento de cerca de 308 mil euros vai “promover a adesão a práticas mais empreendedoras no âmbito da inovação social, através das populações, entidades e agentes locais, gerando uma cultura mais empreendedora e criativa na busca de soluções mais eficazes e adequadas”.

A Câmara de Beja é um dos parceiros do projecto.

Paulo Arsénio, presidente do município de Beja, espera que “surjam soluções inovadoras que possam melhorar a empregabilidade no concelho”.

Filipe Almeida, Presidente da Estrutura de Missão “Portugal Inovação Social”, disse que neste momento existem 14 incubadoras em todo o país, cinco das quais no Alentejo. Em seu entender este é “um projecto estruturante” para o Baixo Alentejo.