Lendias d’Encantar estreia peça em Aljustrel

A Companhia de Teatro Lendias d’Encantar, de Beja, estreia, hoje, em Aljustrel, a sua nova peça sobre solidão, angústias e medos de dois famosos, um português e uma argentina.

A estreia do espetáculo “A Lua é a Lua em Buenos Aires e Lisboa”, a primeira produção deste ano da Lendias d’Encantar, está marcada para as 21:30 horas, no Cine Oriental, em Aljustrel.

A peça é da autoria da atriz e dramaturga argentina Belén Pasqualini, que partilha a encenação com António Revez, diretor artístico, ator e encenador da Lendias d’Encantar.

De acordo com a companhia de teatro, a peça conta a história de um “encontro inusitado” entre dois famosos, um português e uma argentina, os quais, subitamente e por acaso, se veem trancados, sozinhos, numa sauna, longe das televisões e do seu habitat natural.

António Revez explicou que ele e Belén Pasqualini acharam que “seria interessante falar, de alguma forma, sobre as realidades” de Argentina e Portugal e encontraram um “denominador comum” entre os dois países: “a fama, a vida dos famosos”.

Além da estreia, a peça tem outras quatro apresentações agendadas, sendo uma em Grândola, no sábado, no Cine Granadeiro, e três em Beja, nos dias 09, 10 e 11 deste mês, no Teatro Municipal Pax Julia.

Rádio Pax/ Lusa