Marcelo diz que não há razão para Beja ser “marginalizada”

Na estação ferroviária à sua espera estava o Movimento “Baixo Alentejo Existe!” e o presidente da Câmara de Beja.

Marcelo Rebelo de Sousa ouviu as preocupações relativamente à ferrovia. O Movimento defende a electrificação da linha entre Casa Branca e Beja bem como a concretização das acessibilidades rodoviárias.

O presidente da República considera que no quadro do Portugal 2020, a região não pode ser “marginalizada”.

Na opinião do chefe de Estado a ferrovia é fundamental para a coesão do território.